[SIN] KILLER: Maio 2007

domingo, maio 27, 2007

Destra assina com a Silent Music Records

pic - Norman
O Destra - prog metal, assinou com a Silent Music Records, para o lançamento do terceiro álbum. Ainda não foi divulgado o título assim como os track list, mas a banda deve parar com os shows por enquanto, pois estarão se concentrando apenas na gravação do próximo álbum. Eles tocaram no I Crash Hard Heavy Festival no dia 26/05-2007, ao lado das bandas Crossrock, Warriors of Light, entre outras. O line Up atual conta com um novo tecladista.

segunda-feira, maio 21, 2007

Admonish "A arte é livre, porque Deus nos fez agentes morais! Se não for assim, não é possível fazer música satânica também."

Holy unblack metal
Os fãs do holy unblack metal deve conferir a entrevista bacana com a banda Admonish, ao site Metal Blessings. Admonish é um dos grandes nomes atuais, do metal extremo cristão, que carrega o sangue do velho Horde em sua música, e pretende fazer a diferença na cena.

Metal Blessings - Alguns radicais não-cristãos dizem que a mensagem cristã não pode ser pregada através do Black Metal. Chamam isso de contradição. O que você acha disso?

Admonish - Eu acho que à primeira vista essa cena parece ser muito má e uma banda que quer estar nela deve seguir as regras. Mas pensando bem, eu acho que é patético que alguns caras em uns lugares vão se sentar, fazer restrições sobre quão distorcido, gritado e rápido somos permitidos a tocar. Eles podem falar o quanto quiserem, nós realmente não nos importamos. Nós temos nosso gosto musical, temos nossa crença e nossa mensagem. A arte é livre, porque Deus nos fez agentes morais! Se não for assim, não é possível fazer música satânica também. Além de tudo, mesmo tendo um som brutal e pesado não consideramos que ele soa como algo mal. O “mal” se tornou uma palavra da moda. Deus é guerreiro, a Bíblia diz isso. E Ele pode ser bem brutal também. Sua voz é com a de um leão, ou de trovão ou como o som de muitas águas. Todavia, Deus é bom e não mau. Ser cristão não significa ser bobo.

Para ler a entrevista completa click aqui

domingo, maio 20, 2007

Random Eyes - Disponibiliza músicas do novo cd

O Finlandês, Random Eyes está com quase tudo pronto pra lançar o novo cd, que vai se chamar, Invisible. Algumas músicas, já estão disponíveis no myspace. Atenção para o novo Line Up, sem a vocalista Katya.
O tecladista [ex Sonata Arctica], Mikko Härkin, tocou no álbum, Waiting for the Dawn do vocalista, Timo Kotipelto [Stratovarios]. E também toca atualmente no Essence Of Sorrow, projeto solo de Jani Stefanovic [DivineFire].
Para mais info - acesse o myspace http://www.myspace.com/randomeyes

sábado, maio 19, 2007

Ex Delohim, com novo projeto.

O ex Delohim, Leandro Ranna [Vocals], está com um novo projeto chamado, Holycost. A direção musical do Holycost deve seguir uma linha mais hard/heavy/ doom. Leandro Ranna, já conta com uma grande atenção do público, pois seus vocais poderosos, sem dúvida, foi um dos pontos altos do primeiro trabalho com o Delohim [Ep - The Choice is Yours], assim como sua performance ao vivo, que prova que é um grande frontman...
Leandro também deve ser o novo vocalista da banda Lux Salutis [Prog- power] carioca.

O Line Up - Lean Ranna - Vocals - Gabriel - Guitars and Backings - Thiago - Bass e Rodrigo - Drums and Backings.

sábado, maio 12, 2007

Guitar/Vocal do Clean Heart no Delohim

A banda Delohim - power metal, já está com seu novo frontman. Não está exatamente definido, como line up oficial, mas o Samuel, [Guitar/Vocal - Clean Heart] estará apoiando o Delohim no baixo, e também comandando os vocais, deixado a pouco tempo, pelo o excelente vocalista Leandro, que gravou, o ep, The Choice is Your, primeiro material banda, do qual recebeu ótimos reviews.

Para quem ainda ouviu, é só ir até o myspace deles - http://www.myspace.com/delohim

ex ICED EARTH, no PYRAMAZE.

Quem vai assumir o posto deixado pelo o vocalista Lance King [ex Balance Of Power], no Pyramaze , é o ex frontman do do ICED EARTH, Matthew Barlow. Material com esse novo Line Up, só deve sair em 2008. E os fãs de prog power, não perde por esperar.
Matthew Barlow, andou afastado e agora está de volta ao heavy metal. Uma entrevista muito interessante, está no link a seguir, no site Brazil Under Ice - www.icedearth.com.br.
By Norman

________________________________________________________________ No Whiplash
Por Guilherme Spiazzi

O cantor Matthew Barlow (ex-ICED EARTH) foi anunciado como novo vocalista da banda dinamarquesa PYRAMAZE. Matt, que havia deixado o ICED EARTH logo após os atentados de 11 de setembro de 2001, se retirou por completo da cena Metal para se dedicar à carreira de policial. Tal comunicado deixou os fãs atônitos. Agora ele está de volta e pronto para soltar a sua potente voz à frente da banda PYRAMAZE.
Confira a tradução do comunicado feito pelo guitarrista Michael Kammeyer:
"Estou muito feliz em anunciar que Matthew Barlow (ex-ICED EARTH) é o nosso novo vocalista. Tenho dialogado com Matt sobre a sua volta há alguns meses. Depois de nos conhecermos melhor e alguns testes, onde Matt regravou algumas músicas antigas, nós concluimos que somos perfeitamente compatíveis. Sempre o considerei como uma das melhores vozes do metal e fiquei triste (como qualquer outro fã de sua incrível voz) quanto ele deixou a cena metal alguns anos atrás. Mas enfim, tenho o orgulho de anunciar que Matt está de volta, mais forte que nunca e de agora em diante um membro oficial da família PYRAMAZE. Estamos compondo músicas no momento e esperamos entrar em estúdio no começo de 2008 com Matt ao microfone. Espero e acredito que antigos e novos fãs darão as boas-vindas para Matt. Deixo vocês com esta grande notícia e um comunicado do próprio Matt."
Saudações M. Kammeyer / Pyramaze
E as palavras de Matthew Barlow:
"Irmãos e irmãs… A última vez em que fiz um comunicado para a comunidade do metal foi de tristeza mas não de arrependimento. Existem pessoas, coisas e experiências – antes nunca imaginadas - que eu tenho alcançado nos últimos anos. Foi uma união de amigos e família que tornaram a minha vida completa e eu não estragaria tudo isso pela fama ou glória".
"Tendo isso em mente eu recebi uma interessante proposta, de um grande talento do Heavy Metal. Honestamente não havia ouvido falar muito do PYRAMAZE quando recebi o e-mail de Michael. Depois de começarmos a nos corresponder eu comecei a peceber que ele era um cara que estava na posição certa – um músico que estava na música pela música. Michael me falou de sua banda – caras que querem lançar uma música sólida, mas não sacrificariam suas almas para obter grandeza. Isto não é uma afronta ao ICED EARTH ou qualquer outro grande músico com quem trabalhei no passado. Apenas significa que a indústria da música pode te sugar, mastigar e depois te cuspir caso você não esteja firme, com os pés no chão. O PYRAMAZE é composto por metalheads que têm algo a provar! Eles vivem pelo Metal, mas não vivem do Metal. Bom, não preciso dizer que fiquei instantaneamente intrigado com a mensagem do Michael, especialmente levando-se em conta as decisões que tomei com relação a minha carreira. Eu imagino se Michael pensou nisso tudo. Tenho a certeza de que algumas pessoas nunca entenderam minha razões para deixar a indústria e certamente não gostam de quem sou ou represento em minha vocação atual. Ainda há o fato de o PYRAMAZE ser esteriotipado como Prog-Metal e eu como Satan/Paul Stanley. Que tipo de mundo louco é esse????"
"Bom... É assim que vejo isso... Estou num ponto da minha vida em que amo o que faço e pela primeira vez posso sustentar a minha família fazendo isso. Agora o melhor é como essa banda pensa. O CD venderá se a música for boa. A música será grandiosa porque os caras que estão fazendo isso, querem fazer isso... O PYRAMAZE provou isso!"
"Apesar da hesitação... depois de tudo, existem muitos fãs do ICED EARTH que ainda não entenderam. Também imagino que existam fãs do PYRAMAZE que amam o que Mr. King (N.R.: Lance King, ex-vocalista) fez pela banda! Ele é um grande talento e penso o mesmo sobre Tim `Ripper’ Owens (ICED EARTH, BEYOND FEAR, ex-JUDAS PRIEST)".
"Também sinto que se os fãs do ICED EARTH receberam Tim, eu também posso encontrar o meu lugar na família PYRAMAZE. Arriscaria dizer que o PYRAMAZE não será classificado dentro do estereótipo Prog-Metal quando as faíscas começarem a ser soltas".
"Quero mesmo trabalhar com Michael e os caras!!! Também quero ouvir uma resposta dos irmãos e irmãs do Metal".
"De voltas das cinzas, de volta das profundezas , quando as vozes se erguerem o fogo se torna carne."
Barlow.
Mais informações:
Pyramaze - Site Oficial



Fonte :. Whiplash


Para mais info:http://www.pyramaze.com/

terça-feira, maio 08, 2007

Temple of Blood preparando segundo álbum

http://www.myspace.com/templeofblood Os thrashers do Temple of Blood estão gravando seu segundo cd, já intitulado "Overlord".
Seu primeiro material, "Prepare for the Judgement of Mankind", recebeu ótimos reviews e banda está empolgada com o novo cd, que deve trazer, um cover de um clássico secular, da banda Forbidden.



"If you want to listen to some music that stands out from modern mediocrity, you should definitely go for this album!" - Forgotten Scroll Webzine

"I see Temple Of Blood as 'THE' US Power / Speed revelation of the last few years. 96/100" - Metal to Infinity Webzine

"Wow! It's always a pleasant surprise to hear a band you have never heard before and at the same time realize that it is pure quality." - Victory Webzine

"I found myself truly enjoying this disc." - Heaven's Metal Magazine

"I'm so glad that there are still new bands [] who know how to make real metal these days! 93/100" - Mario's Metal Mania

"Wow! Do bands still make real speed metal and thrash like this? Obviously so!" - NoLifeTilMetal.com

domingo, maio 06, 2007

Rob Rock divulga nome do novo álbum

pic from Rob Rock site.
Rob Rock - [ex Impelliterri, Angellica], após a ótima receptividade do excelente 'Holy Hell', começa a gravar o novo material, que já tem título definido - "Garden of Chaos", e está sendo mixado na Dinamarca por Jacob Hansen [Destruction, Aborted, Hatesphere, Communic]. O novo álbum será lançado mundialmente pela a AFM Records e para o Japão/Asia, no final do ano, pela a JVC/Victor Entertainment.
Só não foi revelado ainda os músicos, que participarão desse cd. Rob Rock trabalhou nos últimos álbuns com os músicos do Narnia. [Baixo/guitarra e Bateria]

quinta-feira, maio 03, 2007

show -hardcore' - com Endrah, Trino e Desertor

Vai rolar em curitiba, um show, com os grandes nomes do hardcore nacional. Endrah [Banda formada por ex membro do Rodox, Korzus], Trino e Desertor. A festa tá garantida com esses caras.
Mais info no Flyer.

quarta-feira, maio 02, 2007

[02/05] Balance Of Power estréia vocalista e mostra disco novo em festival na Bay Area.






A banda britânica de heavy metal Balance Of Power fará a estréia nos Estados Unidos de seu novo vocalista Corey Brown (ex-Magnitude 9 e Psycodrama) nesta próxima sexta-feira, dia 4 de maio, em show que realizará no festival Bay Area Rock, em San Francisco, Califórnia. O festival contará também com apresentações de Jon Oliva’s Pain, Spock's Beard, Enchant, Crimson Glory, Mob Rules, Zero Hour, Eyefear, Timeline, DC Cooper (ex-Royal Hunt) e Odin's Court. Nesta apresentação, o conjunto também apresentará pela primeira vez as novas músicas que integrarão seu próximo disco, ainda sem título, que começará a ser gravado em junho.

>> Fonte [Agência Rock Brigade]

Do you know??? Balance Of Power tocou no último Elements Of Rock Fest, [Abril/2007], um dos maiores festivais de metal cristão da Europa. O Balance Of Power ficou conhecido no meio cristão, com o álbum, 'Book Of Secrets', [Lançado no Brasil pela a Avantage Records], quando o Line Up ainda contava com o renomado vocalista Lance King, que se tornou bastante conhecido no meio cristão.

http://www.elementsofrock.com/

terça-feira, maio 01, 2007

Entrevista com Sandro Baggio - [Sacred Sound site]

pic:. Ronei Jr.[[É um privilégio ter em nossos veículos um dos maiores pensadores cristãos deste País, o pastor Sandro Baggio. Ele foi durante muito tempo responsável pela Secretaria de Missões da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ), uma das mais antigas e respeitáveis denominações evangélicas do Brasil. Sandro está à frente do Projeto 242. Nesta oportunidade, pudemos conversar sobre diversos assuntos inquietantes, desde rock cristão, política e meio ambiente até aos limites da liberdade de expressão dos membros de igrejas. É uma oportunidade única de você pensar, coisa cada vez mais difícil de se fazer no meio evangélico atual.]]
http://www.projeto242.com/

SACRED SOUND - Como você se tornou pastor?
Eu senti a vocação ministerial bem cedo em minha vida, logo após a minha conversão aos 14 anos. Comecei a orar, ler muito e buscar conselhos com o meu pastor sobre isso e quatro anos mais tarde, após uma viagem missionária de férias ao Paraguai, fui para um seminário teológico no Rio de Janeiro onde estudei teologia com ênfase em missões transculturais. Quando me formei fui ordenado pela minha igreja local e enviado para o serviço missionário.

SACRED SOUND - A Igreja Quadrangular vê com bons olhos sua ligação com o movimento do rock cristão, ou houve discriminação por parte de outros pastores da ala mais conservadora?

A IEQ foi fundada por uma missionária canadense que acreditava no evangelismo criativo. Então, acredito que no DNA da igreja existe essa abertura para a contextualização do Evangelho e para criatividade na comunicação. Há também uma maior abertura para questões relacionadas a costumes e culturas. Por isso, nunca me senti discriminado por ninguém na igreja. Sempre tive o apoio e liberdade para seguir o chamado de Deus para a minha vida.

SACRED SOUND - O Projeto 242 realiza alguns eventos nos quais mesclam-se bandas evangélicas, católicas e seculares, coisa que normalmente não ocorre nos círculos evangélicos e católicos. Eu gostaria de saber o por quê. Qual é a visão da Comunidade (além, é claro, daquela conversa, repetida mil vezes, de convivência pacífica entre as religiões)?

O fato de convidarmos não apenas bandas evangélicas para participar de nossos eventos é fruto de nosso entendimento eclesiológico. Acreditamos que o local onde nos reunimos é somente isso, um local. Nós é que somos a igreja. Nós não vamos à igreja; somos a igreja. Locais, instrumentos, utensílios são apenas isso. Tem pessoas ainda hoje que vivem sob uma perspectiva veterotestamentária de consagrar essas coisas. Mas nós cremos na consagração de vidas e não de objetos/locais. Sendo assim, em primeiro lugar, não sentimos que estamos "profanando" nosso espaço quando convidamos bandas que não são cristãs a compartilhar de sua arte conosco. Em segundo lugar, acreditamos na hospitalidade. E hospitalidade bíblica é justamente isso, abrir a porta para o estrangeiro. Receber o cristão entre nós é comunhão. É quando recebemos aqueles que não partilham ainda da mesma fé que nós, que estamos praticando hospitalidade. E queremos praticar a hospitalidade como uma oportunidade para que as pessoas possam conhecer a razão de nossa esperança. Mas isso não tem nada a ver com ser politicamente correto ou ecumênico. Acreditamos firmemente que Jesus é o único caminho a Deus. Eu disse Jesus, e não uma igreja, tradição, denominação ou religião.

SACRED SOUND - Como você julga a participação de evangélicos e católicos, especialmente de líderes, na política? É certo misturar política e religião, ou o estado deve ser laico?

Essa é uma pergunta que tem levantado opiniões diferentes e muita controvérsia. Eu creio que o cristão precisa viver de maneira que sua fé governe toda a sua vida. Acredito que se Cristo é Senhor, então ele é Senhor de toda a minha vida e não apenas de uma parte dela. Tudo o que sou e tudo o que faço precisam estar submissos a Cristo. Sendo assim, não há como dissociar minha fé de certas áreas da vida, como a política, por exemplo. Como cristão é minha responsabilidade votar conscientemente, em busca de justiça e dos interesses de toda a sociedade e não apenas da igreja. Por este motivo não concordo em usar a igreja para promover políticos, nem que candidatos políticos usem títulos como "pastor", "bispo", etc., para se promoverem a cargos públicos. Infelizmente, a participação dos evangélicos na política brasileira tem sido, com raras exceções, catastrófica até aqui, como mostra o sociólogo cristão Paul Freston.

SACRED SOUND - "Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor" é um texto da Bíblia usado no jargão de políticos e líderes cristãos. Esse versículo se aplica ao Brasil? Ou só é válido para uma nação teocrática e agrária, como o antigo Israel de três mil anos atrás?

Sem dúvida, se trata de um texto bíblico com implicações claras à nação de Israel no Velho Testamento. O curioso é que a Igreja é chamada no Novo Testamento de "nação santa". Ou seja, em vez de ficar tentando encaixar este texto na geografia política, seria mais ortodoxo olhar para a Igreja, povo de Deus, como povo abençoado (feliz) por ter Deus como seu Senhor. Em outras palavras, creio que esse versículo se aplica não ao Brasil (ou qualquer outra nação política), mas a todos os brasileiros, americanos, asiáticos, africanos, europeus, todos os homens de todas as épocas e povos que fazem de Deus o Seu Deus e de Jesus o Senhor de suas vidas.

SACRED SOUND - Temos em nosso site uma coluna dedicada à problemática ecológica. Você se preocupa com isso? Os cristãos têm se engajado na defesa do meio ambiente? Ou será que só estão mais preocupados em "ganhar almas para o reino dos Céus", esquecendo-se da Terra, da devastação de florestas, poluição, etc?

Um dos primeiros mandatos de Deus para o homem foi com relação à natureza, cuidar da terra. Infelizmente, esse mandato tem sido negligenciado pela maioria dos cristãos. Francis Schaeffer escreveu um excelente livro chamado "Poluição e a Morte do Homem", onde ele nos lembra que devemos ser mordomos da natureza. Dietrich Bonhoeffer disse que "o homem íntegro é aquele que vive para as gerações futuras". Como poderíamos viver hoje para as gerações futuras sem nos preocupar com questões como o desperdício da água potável ou a destruição da floresta amazônica, algo que terá conseqüências profundas para as gerações de nossos filhos e netos daqui a 30-40 anos?

SACRED SOUND - Como você se envolveu com o rock?

A música rock foi o primeiro estilo musical que eu passei a gostar na minha infância e ficou comigo até hoje. Quando me converti, o rock era muito mal visto pela comunidade cristã. Eu mesmo participei de um movimento para desmascarar os perigos da música rock. Era incrível, pois eu estava lutando contra algo que eu gostava muito. Mais tarde, percebi que isso era um grande equívoco provocado por idéias infundadas e preconceitos religiosos. Descobri artistas e grupos cristãos como o Petra, Whiteheart, Steve Taylor e Mylon Lefevre, que usavam o rock para glória de Deus. Mais tarde vieram Stryper e toda uma leva de bandas de hard rock e metal e o resto é história.

SACRED SOUND - Conte para os leitores mais jovens um pouco do que era o "Refúgio do Rock".

O Refúgio do Rock foi um ministério evangelístico da IEQ do Ipiranga, quando eu era um dos pastores dessa igreja. O pastor sênior foi tremendamente ousado e abriu espaço para que eu começasse esse ministério, e fomos possivelmente a primeira igreja evangélica neste país a ter bandas de death e grind metal tocando em seu interior. O primeiro show do Refúgio do Rock foi com o Devilcrusher, que estava estreando como banda, e com o Justa Advertência, banda punk rock de Campinas. Todas as sexta-feiras tínhamos shows com bandas como Martíria, Calvário, Metabole, Kolapso, Êxodo, Kletos, Sórdidos (cujos membros formaram depois a banda ChipSetZero), Rosa de Saron, Kipper, Ligação, Necromanicide, etc. Um dos primeiros shows do Antidemon foi no Refúgio do Rock. Tivemos a oportunidade também de hospedar o único show do Tourniquet no Brasil, com sua formação clássica, em 1995. Foi um tempo muito precioso e ainda hoje encontro pessoas que foram tocadas por Deus através daquele ministério.

SACRED SOUND - Se você soubesse que alguém que vai sempre ao Projeto 2:42 nutre posições pessoais diferentes das defendidas pela Igreja, o que você faria? Teria por exemplo, um membro do 2:42 o direito de ser evolucionista, há direito ao livre pensamento?

Eu acredito no que alguém muito mais maduro e sábio do que eu disse: "No essencial, unidade; no não-essencial, flexibilidade; em todas as coisas, o amor." (John Stott) Acredito que uma comunidade cristã precisa ser um local onde as pessoas crescem juntas, estão dispostas a aprender umas com as outras, onde haja liberdade de expressão, mas também humildade para reconhecer os próprios erros e entender que há mais mistérios sobre Deus e a fé do que a maioria de nós gostaria de admitir. Há coisas que são essenciais e que nos unem como comunidade e projeto, e acho que se as pessoas não compartilham desses essenciais, então possivelmente elas não irão querer caminhar conosco. Mas há muito espaço e flexibilidade para os não-essenciais e, espero eu, um desejo sincero de que nossos relacionamentos tanto com os que concordam conosco como com os que discordam sejam permeados pelo amor.

(Entrevista por FC)
http://www.sacredsound.com.br/artigo.htm

Vixen - Baixista grava cd solo - com temática cristã

Em entrevista a revista RockHard - Valhalla, a baixista e backing vocal, Lynn Louise, da veteranda banda de hardrock feminina, Vixen [80's], conta que gravará seu primeiro material solo, na linha do Stryper. Lynn quando não está em turnê, canta com sua equipe de louvor.

Banda procura por Baterista e Baixista

Themplo - Antiga formação

A banda Themplo, está procurando por novos integrantes, pra completar seu Line Up. O site não está atualizado, mas consta informações pra quem queria conhecer um pouco mais sobre eles. Eles participaram da Brasilian Collection Vol 2 [Coletânia da Revista Metal Mission], com a música - 'Tears of Midnight'. O som lembra bastante o Sacred Warrior, Recon, o que pra mim é uma referência poderosa pra esses caras, que pretende sacudir o underground.
Eles estão preparando material novo, pra soltar logo mais.


Flavio Pascarillo - Drums [Hoje toca no Tribuzy, um dos grandes nomes do metal nacional]

http://www.themplo.cjb.net/

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog