[SIN] KILLER: Entrevista : Demon Hunter - Ryan Clark responde perguntas dos fãs e posa de The Walking Dead

quinta-feira, abril 10, 2014

Entrevista : Demon Hunter - Ryan Clark responde perguntas dos fãs e posa de The Walking Dead

By Lee Brown | http://www.indievisionmusic.com/


 See full sized image l Original Picture (Walking Dead)


Durante toda esta semana, IVM, Solid State Records, e Demon Hunter se uniram para criarem uma Demon Hunter Week.  Se você perdeu alguma  das perguntas do IVM, fáceis/difíceis colocadas, não se esqueça conferir os links abaixo e se atualizar. Um nossos leitores, proprietário do site bandsonfire.com, tomou um pouco de liberdade criativa com uma de nossas perguntas essa semana e veio com esta pequena ditty incrível. Obrigado ao Tobias Reiss por nos dar um visual do qual Ryan fica parecendo que está enfrentado  um zumbi do apocalipse . Certamente eles poderiam  adicionar ele ao  The Walking Dead em uma participação especial parecida com esta, certo? 


Para o nosso último dia com o Sr. Clark, o caçador montando, ele mesmo  escolheu perguntas d nosso = "fã pergunte a vontade"  postados no mês passado no nosso  Assim, sem qualquer mais delongas,  Dirijo-me a função de entrevistas,  E passo-lhe a palavra, nossos fãs.

IVM Fãs: Será que  fica mais difícil  escrever músicas sem repetir músicas previamente escritas?

Ryan: Sim, pode ser difícil em muitos aspectos, não para refazer material antigo. Liricamente, pode ser difícil encontrar um território desconhecido depois de algo como 80 músicas. De alguma forma, felizmente, Eu sou capaz de tirar continuamente inspiração da vida diária. Sorte para mim, há muito neste mundo para encontrar defeitos, e que tende a ser o tipo de coisa que eu escrever.

No que diz respeito à música, pode ser difícil não reutilizar subconscientemente riffs antigos também ... ou pelo menos riffs que soam como riffs velhos. Os outros caras da banda estavam rindo de algumas partes que eu tinha escrito para este novo álbum, porque eles eram muito semelhantes às partes de músicas antigas. Desnecessário dizer que fizemos algumas edições.


IVM Fãs: Qual é o futuro para a DH após este álbum?

Ryan: Como sempre, o futuro está bem aberto para a banda. A melhor parte sobre o Demon Hunter é que nós não nos permitimos ficar esgotados na banda . Nós fazemos as coisas no nosso tempo, quando faz sentido para nós, e que faz com isso permaneça agradável. Prevejo mais álbuns, mais shows ... o céu é o limite.


IVM Fãs: Você acha que vocês jamais faria um álbum acústico do DH?

Ryan: Nós realmente falamos sobre isso muitas vezes. É uma coisa que temos pensado faz tempo. Fizemos shows acústicos aqui e ali, e gostaríamos de explorar esse tipo de coisa em um álbum. Não se surpreenda se você ver algo assim  de nós em um futuro próximo.


IVM Fãs: Na verdade, a pergunta que eu sempre quis perguntar a qualquer pessoa / banda na comunidade cristã: Você já se sentiu frustrado / doente e cansado das críticas e deixou de considerar a aparência das coisas? Exemplos: o  seu símbolo / nome e as pessoas supoem que é do mal. Ou, em outra instância, Anberlin ter uma canção chamada "God, Sex, Drugs &", e recebeu  críticas demais por conta  de um nome de música estúpida?

Ryan: Existem, na verdade, algumas músicas do novo álbum que abordam esta questão diretamente. É algo que você aprende a se acostumar com (ou ignorar) quando você está envolvido na cena da música cristã. Sempre  vai  ter  pessoas que estão procurando e tentando encontrar defeitos ou possivelmente até mesmo algum tipo de significado secreto por trás de cada aspecto do que você faz. E tem se gerado dentro das  instituições cristãs, mais fundamental, esse desejo de examinar, especular e tentar "pegar desprevenido" qualquer outra pessoa que afirma estar entregando uma mensagem que tem alguma coisa a ver com o próprio cristianismo.

Como se eu, um homem de 35 anos de idade, que foi criado na igreja e fez causa do meu compromisso com Cristo em pelo menos 100 ocasiões públicas (tanto no que diz respeito a mim e para a banda), precisa se responsabilizar por alguns garoto de 16 anos que eu nunca conheci, que de alguma forma acha que nós levianamente fizemos uma curva pesada pra fora cristianismo, sem qualquer aviso, por causa  ... e você meio que pode preencher essa lacuna com qualquer coisa ...

1 - Há uma lata de cerveja no fundo de uma foto que eu postei no Instagram.
2 - Alguém viu alguém na banda fumando um cigarro.
3 - Nossa capa do álbum ( apesar de ser o mesmo logotipo 7 álbuns consecutivos) está mais "mal" dessa vez.
4- O uso de luzes vermelhas na nossa sessão de fotos é algo verdadeiramente mal.
5  - Eles não entendem a letra ou uma peça de arte que nós liberamos , então eles tiram a sua própria conclusão de que é mal.
6 - Eles pensam que , uma vez que ouvimos música secular e usamos camisas de bandas seculares , não podemos , ao mesmo tempo , ser crentes .
7 - Eles acham que de alguma forma já existe  uma 'panelinha' cristã, só fazendo shows com bandas cristãs em locais cristãos, que é de algum jeito mais eficaz  ganhar almas perdidas do que ir para o mundo real.
8 - Eles levam uma letra , ou algo que eu disse, sem considerar o seu contexto , constroi seu próprio contexto em torno dele que de alguma forma desmonta tudo o que eu já disse .
9 - Eu não posso recitar o meu verso favorito da Bíblia, dos mandamentos, além de 2 ou 3 ( que eu memorizei das canções de adoração , quando eu era jovem ),  que estaria me favorecendo.
10 - Eu uso  palavrão .

Esses são todos exemplos reais que aconteceram, e eles são o topo suave do iceberg.

Como se, por algum motivo, estamos mentindo o tempo todo sobre a nossa fé - nas canções, nas entrevistas, nos shows ... e decidimos esperar até o nosso sétimo álbum para, não descaradamente, mas secretamente e discretamente, minar a nós mesmos,  alienar nossos fãs, e estragar todo o propósito da banda ... por um ou outro,  humanos normais (que fazem boas e más decisões diariamente) ou propositadamente desmontar-nos de um plano artístico ... para,  eu não sei ... se divertir?

Tudo isto para dizer, sim, é frustrante.

Há um lugar para falar de tudo. Tem que ter  papos sobre a vida real - e as pessoas não podem se calarem , porque elas têm medo de que falar sobre isso (ou tomar parte em alguns casos) vai condenar-los ao o inferno. Nem tudo é preto e branco. Algumas coisas são, mas outras (a maioria)  exigem pensamento ... critério, consideração ... e, possivelmente, alguma convicção pessoal. Embora as doutrinas fundamentais de Cristo e a cruz sejam indiscutíveis, existem outras (muito menor, muito menos trivial) questões que serão diferentes para cada pessoa, de acordo com a forma como eles querem viver suas vidas.

IVM Fãs: álbum cristão favorito, pra sempre? álbum secular favorito, pra sempre? 

Ryan: Depeche Mode -  Violator, Living Sacrifice -  Reborn

IVM Fãs: Desde o primeiro álbum do DH para este, você está mais maduro como uma banda ou é como começar de novo com todos os novos membros?

Ryan: Definitivamente o primeiro. Com todas as mudanças no lineup, parece que temos sido capazes de dar passos graduais para a frente, no que diz respeito à maturidade geral da banda. Parte disso é porque não introduzi novos compositores. Eu tenho escrito o material desde o início, então eu basicamente fui aprimorando o som da banda como o passar dos anos, e eu tive a sorte de apresentar um  ótimo talento  no mix  ao longo do caminho. O resultado, depois de 12 anos, é uma combinação de melhores músicos dos que jamais estiveram na banda, e espero,  que a minha progressão como compositor também seja.


IVM Fãs: Em média, quantas músicas você classifica,  antes de pegar a lista de faixas final para um álbum?

Ryan: Para a maior parte, gravar tudo o que foi escrito para o registro. Ou, devo dizer, eu só escrevo o suficiente para o último álbum, além de um pequeno punhado de b-sides ... que normalmente é de cerca de 13-15 músicas. Nós não escolhemos o track listing  final até que tudo esteja completo, embora algumas músicas começam a destacar-se (ou o contrário) a meio do processo. 

Eu não gosto de álbuns particularmente longos, mas foi muito difícil para nós cortar a gordura deste novo recorde. A edição padrão se completam em 12 faixas, e eu acho que elas são muito merecedores de seu respectivo lugar no disco.

IVM Fãs : Como seu colega de head-shaver, qual é a sua navalha, creme de barbear, etc de escolha?

Ryan: Eu tenho  raspado minha cabeça por cerca de 19 anos, então eu não faço tão regularmente como eu costumava fazer. Quando eu faço, eu uso uma descartável de 3 lâminas de barbear ... Como a Gillette ou Schick ... e tanto faz, o creme de barbear que está a minha volta. Eu realmente não preciso usar um espelho, porque eu só posso sentir isso, então isso significa que eu costumo fazer isso no chuveiro.


IVM Fãs: Você já pensou em escrever um livro, poesia, falar em público, etc, uma outra forma para  distribuir suas mensagens? 

Ryan: Eu, na verdade, tenho considerado um tipo de livro. Nada como um romance, mas talvez algo contendo pequenos pedaços aleatórios ... quase como letras. Eu não sou um grande fã de poesia, então eu gostaria de ter certeza de que não saia desse jeito ... mas eu realmente amo escrever, e ao longo dos anos eu pensei sobre diferentes maneiras de manifestar isso, mesmo que seja fora da música.


Lee: Quem é melhor, Batman ou Superman? 

Ryan: Superman é, obviamente, mais clássico, mas acho que Batman, além de ser extremamente rico, é um pouco mais relacionável. Afinal, ele é apenas um cara legal, com bugigangas tecnologicamente avançadas. O fato dele não possuir quaisquer habilidades super-humanas,  faz dele  algo que as pessoas  podem quase aspirar em ser. Ele também tem uma dark vibe legal sobre o que o torna misterioso e aparentemente perigoso. Fora isso, eu acho que ele parece mais frio, sua roupa é a melhor, suas armas e veículos são melhores ... como são as histórias, vilões, etc, com tudo o que disse, eu sou um grande fã de Batman.


E essa foia a  Demon Hunter Week, aqui no IVM. Esperamos que você tenha gostado. Vale a pena repetir que nós recomendamos vivamente o novo álbum do  DH, Extremist. Se você ainda não pegou  ainda, certifique-se de corrigir esse erro, se não Ryan Clark (Dixon) pode literalmente te caçar. DH Week pode ter acabado, mas não se esqueça de continuar ligado no IVM para uma dose diária de como nós podemos revelar o conteúdo mais exclusivo e bacana de alguma banda sob o radar  (e algumas acima dos radares, também) regularmente.

Fonte : http://www.indievisionmusic.com/2014/03/20/demon-hunter-demon-hunter-week-day-5/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please 'Like' all the time... If necessary, use words...

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog