[SIN] KILLER: [interview] Antidemon : Entrevista extensa, sem corte, crua da HM #159

sábado, setembro 15, 2012

[interview] Antidemon : Entrevista extensa, sem corte, crua da HM #159





Se Steve Rowe fosse um fazendeiro, em vez de um músico de metal e proprietário da gravadora, pode-se dizer que ele apostaria a fazenda na seguinte banda, Antidemon - uma importação brasileira do mais pesado tipo. Eles tocam música como ele gosta: 
Fast, furious and doomy , mas tocada em bares e clubes ao lado des-crentes, bandas de metal. [ Used by permission" Written by Doug Van Pelt]
HM conte-nos sobre o seu novo álbum. O que foi diferente em relação ao novo.

O “APOCALYPSENOW” é realmente diferente dos outros albuns do Antidemon por uma série de situações. É o primeiro trabalho da banda que não é independente, pois fomos contratados pela Rowe Productions da Austrália. Isso foi muito diferente para nós, pois sentíamos um grande respaldo para irmos adiante, em cada passo desse incrível momento. Após sermos contratados, o Antidemon teve uma enorme motivação de gravar esse novo disco, pois foi sob a encomenda de Steve Rowe. Isso foi realmente algo muito especial para nós. Pois ele sempre foi e será um referencial para todo o grupo. Sabíamos que ele estava apostando em nós e fizemos de tudo para alcançarmos uma superação! Foi diferente tambem pela maneira como foi gravado. Tivemos a produção de Luiz Ricardo Ciero, um lendário Produtor do Metal Brasileiro, e ele trabalha com um gravador analógico, o que mudou o nosso conceito de produzir um disco... Realmente aprendemos a apreciar o que poderíamos alcançar com essa forma de gravar e nos surpreendemos, pois tudo ficou muito verdadeiro, muito orgânico e a satisfação foi grande após a finalização do trabalho. O novo disco também é diferente por ser prensado na Austrália e a maneira como será distribuído... Como será divulgado... Como será recomendado. Tudo nesse álbum é muito bom para nós! Estamos felizes por poder com ele continuar o nosso trabalho de evangelização por todo o planeta. Com o álbum anterior, fizemos uma turnê por 27 países em 04 Continentes e realmente milhares de vidas foram alcançadas através de nossa música e de nossa Mensagem de Salvação em Jesus Cristo. Estamos felizes, pois agora estamos trabalhando ao lado da maior banda de Metal Cristão do mundo, o Mortification... A banda que nos deu o exemplo de ser uma banda missionaria e termos a missão de conquistar as nações para Jesus Cristo. É maravilhoso porque temos uma visão em comum e nos sentimos mais fortes para agora com esse novo álbum conquistarmos muito mais daqui pra frente do que os nossos quase 19 anos de existência. 

Em março o Antidemon deixa de ser uma banda independente. Aceitando o convite de Steve Rowe da lendária banda Mortification, assina contrato com o selo Australiano "Rowe Productions". Esse contrato realmente veio para abrir mais portas para a banda acelerando assim a gravação de mais um trabalho.
E assim logo após uma intensa turnê pelo nordeste brasileiro o Antidemon entra em Estúdio para gravar seu quarto álbum. O estúdio escolhido foi o "DaTribo" com o renomado produtor "Luiz Ricardo Ciero" que também produziu bandas como Krisium, Ratos de Porão, Torture Squad, Caustrofobia entre muitas outras.
Foram mais de trinta dias intensos entre os meses de abril e maio de 2012 e assim nasceu o disco "APOCALPYSENOW" , o quarto álbum da banda Antidemon. Com onze faixas gravadas a banda tem que deixar o trabalho nas mãos de seu produtor para a mixagem e masterização e envio do CD Master para Austrália, onde a "Rowe Productions" se encarregaria de prensar o disco e distribui-lo mundialmente.

Que temas líricos que você escreveu para este álbum?

O APOCALYPSENOW, assim como o nome, relata situações do Apocalypse, do final dos tempos e da volta de Jesus Cristo a essa terra. São onze faixas realmente com uma mensagem verdadeira e impactante, por não maquiar nenhuma situação. Faixas como “Welcome to Death”, “Infernal” e “Lamento” relatam a triste consequência de estar longe de Deus e de como a morte eterna no inferno é algo certo para essas pessoas. Temos ainda o tema “Não Tardará” que fala da volta de Jesus Cristo e das bodas do Cordeiro. Temo “Vírus” que relata que o pecado é uma epidemia que contaminou o homem. Também existem temas que glorificam a soberania de Deus, o que também é apocalíptico, assim como “Rei da Glória” e “Domínio”. A faixa de abertura tem o nome do disco e declara que o Apocalipse já chegou... E que estamos vivendo isso já em nossos dias. Enfim esse disco é um grito de alerta sobre o final dos tempos.

Como e por que esse desenvolvimento?

Acredito que Deus nos deu cada riff de guitarra e baixo, cada ritmo de bateria... Cada palavra urrada... Tudo isso para que a obra de Deus continue de maneira mais forte.

O que te deixou mais contente sobre este novo álbum? Por quê?

Como dissemos antes, trabalhando ao lado de Steve Rowe nos encheu de expectativas e realizações. Estamos cheios de esperança de que este álbum consiga mudar o curso da nossa história e levando milhares de vidas para Jesus Cristo. O que mais nos motiva é isso! Resgatar vidas do inferno, salvando para o reino da luz.



Que tipo de mensagem você prega em bares e clubes? Qual é a reação que você recebe? Compartilhe conosco uma história ou duas, se você puder...
Geralmente eu digo coisas de uma maneira que as pessoas realmente possam entender e assim terem a oportunidade de abrirem seu coração para o que eu estou falando. Tento passar uma visão real do que é Deus... Falo do que representa a passagem de Jesus Cristo por essa terra e que isso tem a ver com cada um de nós. Que essa passagem de Jesus Cristo pela terra nos fez herdar um tesouro e que não podemos ignorar essa herança maravilhosa. Também sempre falo de experiências fortes que tenho com Deus e da maneira sobrenatural que tive com Ele e então realmente descobri que Ele não é um conto de fadas ou ilusão, mas uma realidade ao nosso alcance em qualquer momento.
Sempre existem reações de pessoas que se abrem e muitas outras que se fecham e até chegam me agredir fisicamente... Em uma cidade no México, em todas as vezes que eu abria a boca para falar entre uma musica e outra eu era golpeado por quase 01 litro de cerveja. O rapaz que estava indignado com minhas palavras chegava bem perto de mim e arremessava uma taça enorme da bebida! Foram umas 05 ou 06! Fiquei totalmente encharcado e cheirando puro álcool. Porem no final do evento, quando já ia deixar o local do Show ele se dirigiu a mim, nesse momento pensei que ele iria me agredir uma vez mais... Porem ele perguntou se podia me abraçar. Ao me abraçar pediu perdão pelo que tinha cometido e pediu para que eu não deixasse de voltar para aquela cidade novamente e que não demorasse muito, pois ele havia gostado da nossa música.
Houve outro caso na cidade de Oruro-Bolívia, a mais de 4000 metros de altitude e a uma temperatura de 17 graus negativos... Fizemos uma apresentação nessa cidade e pareceu que todos os moradores estavam na Praça que tocamos! Quando comecei a pregar e falar da minha fé, as pessoas fizeram um silêncio incrível. Eles pareciam não entender como alguém que estava tocando aquela música barulhenta, e cheio de piercings e tatuagens poderia falar de Deus e de um plano de salvação... Porem quando finalizei minhas palavras e fiz um apelo, convidando-os a aceitarem a Jesus Cristo como o Salvador de suas almas. Pedi que os que queriam fazer esse pacto Deus, levantassem as mãos, e foi maravilhoso! Aquela cidade, quase toda orou comigo dizendo que Jesus Cristo passava a ser o Senhor da vida delas. Glórias a Deus.

Algumas pessoas dizem que o Brasil é como uma cobaia para o que vai acontecer / na America, onde os ricos ficariam mais ricos e os pobres mais pobres. A distância entre os dois ficando cada vez mais e a classe média está desaparecendo. Primeiro, Isso faz sentido? Segundo, quais são seus pensamentos a respeito? Como é a vida no Brasil hoje em dia (eu sei que é um país grande e é difícil generalizar)?

Posso dizer que esta situação dos ricos ficarem mais ricos e os pobres mais pobres, já esteve acontecendo no Brasil há algum tempo. As pesquisas e notícias que ouvimos da economia brasileira é que estamos crescendo. Mesmo com essa crise mundial não paramos de crescer e o aumento dos ditos “Novos ricos” tem aumentado... Gente da classe média se tornando Rico... E os mais pobres alcançando uma vida digna. Isso é algo que esperamos há muito tempo, pois o Brasil realmente é um país territorialmente bastante grande e com muitas riquezas naturais. Outro fator positivo é que o numero de Cristãos evangélicos tem crescido assustadoramente. E não posso esquecer-me do versículo que diz: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo ao qual escolheu para sua herança”. Salmo 33:12
Acredito que o Brasil está sendo abençoado economicamente porque tem se voltado a Deus. Isso sempre aconteceu na História de Israel, por exemplo... Quando eles serviam a Deus a nação era abençoada e prosperava, quando eles serviam a deuses pagãos eles se tornavam escravos e nação era destruída.

Posso dizer que esta situação dos ricos ficarem mais ricos e os pobres mais pobres, já esteve acontecendo no Brasil há algum tempo. As pesquisas e notícias que ouvimos da economia brasileira é que estamos crescendo. Mesmo com essa crise mundial não paramos de crescer e o aumento dos ditos “Novos ricos” tem aumentado... Gente da classe média se tornando Rico... E os mais pobres alcançando uma vida digna. Isso é algo que esperamos há muito tempo, pois o Brasil realmente é um país territorialmente bastante grande e com muitas riquezas naturais. Outro fator positiva é que o numero de Cristãos evangélicos tem crescido assustadoramente. E não posso esquecer-me do versículo que diz: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo ao qual escolheu para sua herança”. Salmo 33:12
Acredito que o Brasil está sendo abençoado economicamente porque tem se voltado a Deus. Isso sempre aconteceu na História de Israel, por exemplo... Quando eles serviam a Deus a nação era abençoada e prosperava, quando eles serviam a deuses pagãos eles se tornavam escravos e nação era destruída.



Como é que alguém que ama heavy metal encontra uma forma de ouvir a voz de Deus?
Eu acredito que no Metal ou qualquer outro estilo de música...  As pessoas sempre fizeram músicas para expressarem o que sentiam e o que criam. A música é sempre esse veículo de transmitir os sentimentos. Existem aqueles que fazem Metal e expressam “ira” outros expressam “revolta” ainda muitos outros expressam em sua música  sentimentos como desilusão, esperança, tristeza, alegria, viagem astral, satanismo... E existem aqueles que expressam o a sua experiência com Deus. E é totalmente possível sentir Deus ao ouvir essa música! Pois é algo verdadeiro e sincero. Então é possível pessoas ouvirem a voz de Deus ouvindo metal... Até porque o som que os habitantes do céu vão escutar segundo a Bíblia Sagrada é bem pesado:
“E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas”. Apocalipse 14:12

Quais são seus pensamentos sobre missões mundiais? Por exemplo, como podem abordar aos muçulmanos as pessoas da América Central e do Sul, e ganhá-los para Jesus?

Quando em Marcos 16:15, Jesus Cristo nos deu a ordem: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” eu acredito que ele disse isso porque seria possível alcançar todo o mundo, todas as raças, tribos e nações. Independente se são Muçulmanos, Andinos ou Africanos. Sejam ateus ou feiticeiros. Devemos assumir que levar o evangelho aos confins da terra é uma ordem dada a todos nós. O mundo está carente do amor de Deus, só cabe a nós sabermos e termos a melhor estratégia para alcançarmos a cada tipo de pessoa ou nação. Na América do Sul e América Central temos estado constantemente em Missões com o Antidemon e centenas de vidas tem se convertido a Jesus Cristo. Nesses continentes a nossa estratégia tem sido apresentar o melhor metal possível e em nossas apresentações, após os conquistarmos pela música, falamos de nossa Fé... Falamos a verdade e como a verdade liberta, centenas tem se entregado a Deus nesses anos de trabalho.

Deus quebrou o seu coração sobre qualquer coisa recentemente? Se sim, o quê?

Deus sempre quebra o meu coração! Ele faz acontecer coisas que realmente provam a sua grandeza e como sou pequeno. Estar respondendo essa entrevista para a HM já é algo que me faz sentir no coração a benção de Deus. Toda a minha vida admirei esse instrumento maravilhoso de salvação que é a revista Heavens Metal. Ter recebido o convite para fazer parte da Rowe Productions e gravar um novo álbum em um momento que eu não esperava também quebrou meu coração... Mas algo mais recente, que realmente Deus me deixou desconcertado foi através do amor que sentimos em nossa ultima missão com o Antidemon na América Central. Apesar de termos sempre viajado a tantos países, sempre enfrentamos dificuldades e privações nesses meses fora do Brasil. Alimentação diferente... Muitas horas sem dormir, infinitas horas viajando por terra e enfrentando perigos nas fronteiras... São muitos fatores... Mas em uma dessas batalhas, indo de Tegucigalpa-Honduras para a nação da Nicarágua, enfrentamos uma viagem muito longa e demorada para chegarmos ao destino. Foi o dia inteiro viajando em uma van com cerca 12 pessoas e todos o nossos instrumentos. Quando chegamos a um povoado onde ficaríamos hospedados, que seria próxima a capital nicaraguense, não conseguíamos encontrar o lugar onde passaríamos a noite. Já era de madrugada e ninguém vinha nos encontrar. O cansaço, fome e sono eram extremos, e mais horas foram passando e não encontrávamos o local e isso me deixou bastante irritado e não queria nem sorrir ou conversar com alguém... Realmente fiquei mal humorado. Quando conseguimos encontrar os irmãos que iam nos hospedar, eles nos receberam com muito amor e alegria, com os olhos cheios de lágrimas e pude saber da situação difícil que estavam tendo para nos receber e dos sacrifícios ultra-humanos que fizeram para que conseguíssemos chegar a Nicarágua. E eram dois jovens que organizaram tudo! Um tinha 15 anos e o outro 16 anos. E apesar da pouca idade, trabalharam duro e com muita responsabilidade e conseguiram no levar ali. Eu me senti muito mal por chegar ali mal humorado e me senti quebrado por Deus pelo amor que recebi desses irmãos ao chegar nesse país. Sem falar que em nossa apresentação com o Antidemon, dezenas de vidas se entregaram a Jesus. Quero muito que Deus continue me quebrando dia a dia com o seu amor.

Alguma coisa que você quer dizer para nós?

Agradeço a todos que tiveram a disposição de ler esta entrevista. Quero dizer a vocês que me sinto honrado por esses minutos que passamos juntos. Quero deixar um derradeiro recado:
Muitas vezes quando sofremos oposições ou passamos por situações difíceis ou até extremas, acabamos nos sentindo sozinhos. Nesses momentos de luta, parece que a nossa fé fica tão pequena que chegamos a duvidar que Deus exista, ou se existe perguntamos se Ele não se importa com o nosso sofrimento. Saiba que isso não acontece só com você! Acontece comigo e com muitas pessoas. Nesse momento de aflição precisamos saber que Deus está bem junto de nós. Ele apenas está querendo nos ensinar, mesmo que estejamos chorando! Talvez ele não impeça que sejamos jogados em uma cova de leões... Mas se tivermos que passar por isso, com certeza ele estará lá dentro dessa cova conosco, e não deixará que os leões nos devorem... Só deixará que a nossa fé cresça! Talvez ele não impeça que sejamos jogados em uma fornalha de fogo... Mas se também tivermos que passar por essa luta terrível, ele também estará conosco lá dentro dessa fornalha e bem do nosso lado e nos protegerá do fogo e nem um fio de nosso cabelo será queimado. Nesses momentos indesejáveis nos sentimos muito pequenos e incapazes... Talvez que queremos falar como o próprio Jesus:
Pai! Por que me desamparastes? É nesse momento que a nossa fé será aumentada, pois será treinada. Assim como Jesus tinha que completar a difícil missão que fora dada a ele, talvez eu e você também tenhamos uma missão a ser completada e por mais que nos sintamos fracos, temos que ir adiante, sabendo que ele não nos desamparou, mas há coisas que temos que fazer! Assim como na universidade, existem provas que o nosso pai não pode responder! Somos nós que temos que fazer!
É bom lembrarmos que a fé é como um músculo que quanto mais se exercita mais forte ele fica! Então agora é a hora de acreditar e irmos pra cima dos obstáculos! Ele é nosso pai e estará conosco em todos os momentos nos garantindo a vitória.

http://www.antidemon.net
http://www.facebook.com/antidemonband
http://www.facebook.com/antidemon.deathmetal
http://www.facebook.com/batista.antidemon
http://www.roweproductions.com

A N T I D E M O N W O R L D T O U R 2012
A P O C A L Y P S E N O W !!!
The apocalypse is here… The apocalypse is now !


Tradução | Antidemon


#159

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please 'Like' all the time... If necessary, use words...

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog