[SIN] KILLER: Metal Injection : Chris Holmes é uma H.A.T.E machine.

sexta-feira, julho 18, 2014

Metal Injection : Chris Holmes é uma H.A.T.E machine.

Ex W.A.S.P. O guitarrista Chris Holmes mudou para a França porque ele acha que a Cultura black  estragou o heavy metal.





Más notícias, pessoal! Chris Holmes, ex-guitarrista do W.A.S.P. que ficou  mais conhecido por estar só o caco no Penelope Spheeris's metal documentary The Decline of Western Civilization II: The Metal Years, decidiu desistir de América e se mudar para a França. Ele chegou a ser forçado a vender comicamente  seu Firebird funcionando precariamente. É triste, eu sei. O que o levou da terra de majestosas montanhas roxas e  amber waves of grain para os braços da Franca, você pergunta? Acontece que Holmes está abandonando os Estados Unidos, porque, em sua opinião, as pessoas negras têm arruinado heavy metal.

Na sexta-feira passada, o  Blabbermouth.net postou uma entrevista com Holmes feita pelo o site Riff-Mag.com sobre sua recente mudança para Cannes, na França, ele tinha isso pra dizer.

Bem, a menos que você seja  o oposto de mim - um artista de hip-hop ou um rapper -. Você não vai vender mais na América. Não há revistas de rock mais. A cultura black pegou realmente ... A cultura black assumiu o hip hop do branco ... a cultura branca e todas as crianças agem assim, eles usam suas calças para baixo, eu  acho que é assim ... Eu não estou 100 por cento certo, mas eu quando eles vão para a escola e eles escutam hard rock, isso é chamado de "música pra calcinhas.  [Eles dizem] 'Você precisa ouvir o gangster rap. É o que eu penso.

Vamos ignorar o racismo vago do  comentário por um momento e se concentrar no raciocínio ridículo de Holmes. Não é nenhum segredo que as pessoas brancas gostam  de rap, eu garanto isso. Mas afirmar   que há uma perda da popularidade do heavy metal é estúpido. Heavy metal como um gênero não foi verdadeiramente popular desde os anos 80, e até então era apenas as bandas de hair metal mais acessíveis que encontrou enorme sucesso nos Estados Unidos. Eu também questiono o seu conhecimento da cultura jovem no século 21, considerando que ele na verdade não tem filhos e  (creio eu) não andou nos pátios da escolas em seu tempo livre. Já faz um tempo que eu ia para o colégio, também, mas tenho quase certeza de que os garotos  negros não estão encorajando os garotos brancos a  ouvir rap gangsta - um estilo de rap que atingiu seu auge de popularidade com a cultura branca quase 20 anos atrás.

Além de raciocínio duvidoso de Holmes sobre o por que ninguém querer ouvir a terrível música que ele está fazendo hoje em dia, o racismo inerente ao seu processo de pensamento é a pior parte de sua raiva desmedia. Porém, se você cavar algumas das entrevistas anteriores de Holmes,  você vai ver que ele está usando de intolerância a racionalizar seus fracassos profissionais por anos. De volta a 2011, um site russo chamado Heabanger.ru publicou esta entrevista com Holmes aonde ele expressa os mesmos sentimentos ainda  mais repulsivos e termos idiotas:

Na sua opinião, você acha que pode alcançar grande sucesso com sua nova banda como o que você teve nos anos 80 com WASP?

Não. A música mudou. Eu não sei por aqui, mas nos Estados Unidos é tudo black rap, todas as crianças brancas estão ouvindo coisa black. Gangsta rap -  crianças brancas estão nessa também.

Sim, eu sei, mas eu não gosto dessa música.

Sim, isso é um saco! Isso é  tão chamado de música de  preto. Eu vou dizer essa palavra, eu não me importo se pretos estão na sala ou não para saber minha opinião, essa é a forma como ela é. O Rap está só começando a atingir a Europa, e isso meio que me deixa mal, porque eu não gosto quando as crianças agem como os pretos. A palavra "preto" pega mal  dizer aqui? Quando você fala isso  nos Estados Unidos, todo mundo está puto.


Talvez eu esteja  baixando o nível  por trazer  opiniões repugnantes desse bufão derrotado a público, mas se ele vai dizer coisas ofensivas, idiotas em entrevistas, em seguida, ele merece ser exposto por isso. Como tantos outros imbecis racistas, Holmes é responsável por sua própria queda. Mas é mais fácil para ele culpar algum bicho-papão imaginário - neste caso, a cultura negra - do que admitir que agir como um palerma  bêbado durante anos é o que arruinou sua carreira. Então adeus Chris, seu tagarela  cretino. Desfrute da França. Eu, um dos do que espera  que você nunca pise nos Estados Unidos novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please 'Like' all the time... If necessary, use words...

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog