[SIN] KILLER: #Behope : Sepultura, Derrick Green é definitivamente hardcore, mais ainda como um vegetariano

domingo, maio 04, 2014

#Behope : Sepultura, Derrick Green é definitivamente hardcore, mais ainda como um vegetariano


O lado 'mais macio' do Sepultura.

Derrick Green do  Sepultura é definitivamente hardcore,  mas como um vegetariano...


O Sepultura é uma instituição do metal. Nos últimos 20 anos, esta banda do Brasil tem shows esgotados em todo o mundo, proporcionando as massas  uma mistura doente do metal, do hardcore, thrash, punk e música tribal. A banda  se intensificou ainda mais,  com a adição do vocalista Derrick Green em 1998.  Derrick não só trouxe para o estilo do Sepultura uma voz que poderia esmagar vidro, ele também estava armado com vegetais.

Vejam só, Derrick é um vegetariano de longa data, e ele não tem medo de declarar  suas crenças. Você pode ver a sua influência no  vídeo da música do Sepultura em "Convicted in Life", que mostra como as ações na vida pode voltar para assombrá-lo. O vídeo mostra matadouros de suínos, aonde porcos e colheitadeiras de frango tem seus cérebros comidos por aves. Ele também inclui cenas reais de abuso animal.
Confira  este vídeo gráfico  e depois leia  a nossa entrevista exclusiva com o Derrick. 


Há quanto tempo você  é vegetariano? 

Já faz 23 anos. 

Oh, nossa, o que levou você a ser um vegetariano? 

Eu tenho um monte de amigos que eram de Nova York, que estavam trabalhando em várias lojas de produtos naturais, e eles me deram os nomes de livros diferentes  sobre direitos dos animais para eu pesquisar.  Era algo que eu realmente queria testar. Eu sempre comi carne a vida inteira, e eu nunca questionei isso até esse momento na minha vida quando eu comecei a questionar um monte de coisas. Eu experimentei com não comer carne. E então depois de um tempo, eu perdi o desejo de comer mais. Só  abri minha mente para isso e me mantive assim.

Isso é ótimo. Que livros  influenciou você mais?

Tinha um livro,  Diet for a New America,e outro livro escrito por Upton Sinclair chamado The Jungle. Esses são os dois livros que realmente abriu meus olhos para querer parar de comer carne. E só pela descrição do matadouro real, a falta de preocupação com as pessoas que trabalham lá, e da forma como eles descreveram o chão, uma espécie de fábrica da morte. 



Sim, um monte de gente não vê esse lado da indústria. 

Pois é. Nosso  vídeo, "Convicted in Life", mostra um pouco do que está acontecendo na indústria. Você é o que  come. Como uma coisa do karma: O que você faz em sua vida pode afetá-lo na sua vida após a morte. O  vídeo meio que segue essa ideia.  No vídeo há cenas tiradas de um DVD, "Meat Is Weak  ------ A carne é fraca", que eu assisti sobre a indústria da carne no Brasil. Foi extremamente chocante para mim, porque todo mundo sempre fala sobre como a carne é limpa,  e blá, blá, blá e como a indústria aqui está ok. Por isso, foi revelador. Nós tivemos a sorte de entrar em contato com as pessoas que fizeram o documentário, e eles nos deram permissão para usar algumas das imagens deles.

Eu queria saber se você poderia me contar um pouco mais sobre como vocês chegaram a esse conceito do video "Convicted in Life"

Muitos vieram de "Meat Is Weak" e também do livro The Divine Comedy. A ideia do vídeo é que o que acontece na terra pode afetá-lo na sua vida após a morte. Eu acho que realmente capturamos a vibe do inferno. E é isso que a música "Convicted in Life" diz,  como é o inferno.

Como você espera que seja a reação das pessoas   depois que assisti-lo? 

Espero que depois de vê-lo, eles queiram vê-lo de novo e de novo e de novo, porque há tantas coisas diferentes acontecendo nele. Eu acho que qualquer reação, em geral, é grande, seja ele positivo ou negativo. Nós já obtivemos  algumas boas reações até agora


A cena do metal geralmente não é uma cena que está associada com os direitos dos animais, então eu estava pensando: Por que você acha que seus fãs devem estar interessado em vegetarianismo ou direitos dos animais? 

Eu acho que os direitos dos animais é importante porque você pode realmente dizer como uma sociedade civilizada é pela forma que trata seus animais, tudo está conectado. E que a compaixão é muito importante. Quero dizer, mesmo em uma idade jovem, é importante aprender a ter compaixão pelos outros, especialmente os organismos vivos. Você tem que ter compaixão pelos animais, porque eles são uma parte de nós também. Então é muito importante ter esse respeito e conhecimento sobre outros animais e outras pessoas também.

O que você pensa do KFC e sobre os locais de fast-food em geral, e o que você acha que as pessoas podem fazer para ajudar? 

O grande problema que eu sei,   é que isso é  imundo demais. E só é produzido em massa, que é impossível de ser limpa. Quanto a ser saudável para você, eu acho que é importante as pessoas perceberem que este é um animal que só fica  isolado, em área suja. É preciso que haja mais consciência pública. 


O que você acha sobre a experimentação animal?

É um assunto muito intenso. Eu acho  repugnante,  quando usam eles em produtos de consumo e produtos de beleza e coisas assim. É totalmente ultrajante. Eu acho que não é mesmo para o aperfeiçoamento da humanidade.

Você tem sido vegetariano por um tempo muito longo, e eu queria saber se você acha que isso se tornou mais fácil ao longo dos anos...  

Definitivamente. Há muitas mais empresas criando produtos que estão preocupados com a saúde e realmente voltados para vegetarianos do que havia antes. Mesmo vivendo no Brasil eu tenho me alimentado muito bem e realmente perdi peso de um jeito muito bom, porque num monte de coisas não têm  produtos químicos ou conservantes; você sabe, é tudo muito natural. Há definitivamente mais variedade. Há ainda coisas vegetarianas em supermercados aqui no Brasil. Por isso, é incrível!

Você tem algum conselho para alguém que está pensando em ser vegetariano? 

Eu definitivamente diria para ler bastante tanto quanto possível, para descobrir o que seu corpo precisa, assim como,  experimentar  diferentes tipos de cozinha vegetariana de diversas  partes do mundo. Tente encontrar um equilíbrio, pois um monte de gente podem irem para o mar e  comer um monte de comida de baixa qualidade e não vão conseguir a energia ou a proteína que eles precisam. 

Basta passar "Convicted in Life" para todos que você conhece no Facebook e no Twitter, e você vai transformar o dia  dos animais (e dia do peta2 também!). 




Fonte: http://www.peta2.com/heroes/sepulturasofter-side/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please 'Like' all the time... If necessary, use words...

News

Instagram

Postagens populares

Pesquisar este blog